19.5 C
Brasília
01/08/2021
InícioNotíciasBrasilGoverno Federal lança Rota da Fruticultura no Distrito Federal e Entorno

Governo Federal lança Rota da Fruticultura no Distrito Federal e Entorno

O objetivo da Rota da Fruticultura da Ride/DF é profissionalizar a cadeia produtiva da fruticultura, integrando os subsistemas de insumos, produção, extrativismo, processamento e comercialização, por meio da criação de sistemas agroflorestais, agroindustriais e de serviços especializados.

Objetivo é profissionalizar a produção de frutas na região e gerar empregos, renda e oportunidades para os produtores rurais

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) realizou, neste sábado (12), o lançamento da Rota da Fruticultura da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride/DF). O investimento do Governo Federal foi de quase R$ 1 milhão e inclui a doação, por meio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), de quatro caminhões para transporte das mercadorias, que já foram entregues a cooperativas da região, e de três câmaras frias, que serão repassadas assim que as estruturas para recebê-las estiverem finalizadas.

“Esta Rota para nós é muito importante. Existem quase 4,5 milhões de habitantes aqui no Distrito Federal e nas das cidades do Entorno. É uma região com um alto poder aquisitivo, ou seja, há um grande potencial de consumo de frutas e de hortaliças”, destacou o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. “Nós queremos, com essa ação, apoiar a geração de emprego, de renda e de oportunidades para milhares de brasilienses e, além disso, levar alimento saudável para a mesa da população”, apontou.

O objetivo da Rota da Fruticultura da Ride/DF é profissionalizar a cadeia produtiva da fruticultura, integrando os subsistemas de insumos, produção, extrativismo, processamento e comercialização, por meio da criação de sistemas agroflorestais, agroindustriais e de serviços especializados.

O projeto inclui também capacitação dos produtores rurais, que será feita em parceria com o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA). Representante da instituição no Brasil, Gabriel Delgado destaca a importância de projetos como as Rotas para o desenvolvimento regional. “O interior de nossos países americanos vive da agricultura. Então, a geração de riqueza tem muito a ver com o desenvolvimento dos países. E projetos de desenvolvimento sustentável como este são o futuro da alimentação do mundo”, afirmou.

Equipamentos

A estruturação da Rota da Fruticultura incluiu a doação de caminhões leves com carroceria baú a quatro instituições: Cooperativa Agrícola da Região de Planaltina (Cootaquara), Cooperativa de Agricultura Familiar Mista do Distrito Federal (Coopermista), Cooperativa Agrícola Buriti Vermelho (Cooper-Horti) e Associação dos Trabalhadores Rurais da Agricultura Familiar do

Assentamento Chapadinha (Astraf). O investimento em cada veículo foi de R$ 229 mil. Em breve, também serão disponibilizadas três câmaras frias, duas de 6 x 6 metros (R$ 39,5 mil cada) e uma de 3 x 3 m (R$ 24 mil).

Os recursos da Codevasf usados na compra dos equipamentos são provenientes de emenda da deputada federal Bia Kicis. Presente à solenidade de lançamento da Rota, a parlamentar comemorou a iniciativa. “Estou muito feliz hoje porque os recursos disponibilizados pelas emendas chegaram na ponta. A entrega desses caminhões é a materialização do desejo, da necessidade do pequeno agricultor”, destacou.

Beneficiários

A Coopermista é uma das instituições beneficiadas com a doação de um caminhão. E, em breve, também vai receber uma das câmaras frias. A cooperativa produz, por semana, mais de 60 toneladas de frutas e verduras. Entre as frutas, destacam-se a tangerina, o abacate, o limão e o maracujá. Segundo o secretário da instituição, Elson Marcelo da Silva, o novo veículo vai possibilitar escoar a produção para além do Distrito Federal e reduzir o valor do frete.

“Nós ficamos muito contentes com a doação, porque a Codevasf voltou os olhos para a agricultura e viu o grande potencial que temos aqui no Distrito Federal. Porque quem está de fora vê só a questão política e se esquece de que temos produtores e temos produção. Essa Rota é de grande importância para o desenvolvimento da agricultura do Distrito Federal”, destacou.

Quem também elogiou a criação da Rota da Fruticultura foi o presidente da Associação de Produtores Rurais da Fazenda Laje (Aprofal), Juscelino Jesus Santos. “Esta Rota da Fruticultura é muito importante para nós, vai ajudar no transporte de nossos produtos, na preparação dos canteiros. Vai contribuir muito com a nossa produção”, afirma. Ele conta que, com a melhoria na estrutura, o plano agora é transformar a associação em cooperativa. “E essa rota é o primeiro passo. Estou bastante feliz, nem dormi de noite”, contou Santos.

Também participaram do lançamento da Rota da Fruticultura o presidente da Codevasf, Marcelo Moreira, o secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Fernando Schwanke, e o coordenador-geral de Sistemas Produtivos e Inovativos do MDR, Vitarque Coêlho, entre outros.

Rotas no DF

O Distrito Federal conta com outras duas rotas que já estão em atuação: Polo Cerrado Circular, que pertence à Rota da Economia Circular, e o Polo Cerrado Digital, da Rota da Tecnologia da Informação e Comunicação.

Além da Rota da Fruticultura, o MDR ainda apoia no Brasil as rotas do Mel, do Açaí, da Biodiversidade, do Cacau, do Cordeiro, da Economia Circular, do Leite, do Peixe e da Tecnologia da Informação e Comunicação.

Saiba mais neste link.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social / (61) 2034 5498 / 2034 5399 / [email protected] / https://gov.br/mdr

Redaçãohttps://bloginformandoedetonando.com.br/
Mandando bala na notícia, informando e detonando de uma forma que você nunca viu! Obrigado por acessar nosso blog!

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -