10.5 C
Brasília
25/07/2024
InícioNotíciasBrasilSenador Eduardo Girão (NOVO/CE)  critica leniência de Lula sobre denúncias contra ministro

Senador Eduardo Girão (NOVO/CE)  critica leniência de Lula sobre denúncias contra ministro

Senador Eduardo Girão citou 'conchavos nefastos' envolvendo Ministro das Comunicações. Senador citou escândalo envolvendo Ministro Juscelino Filho.

O senador Eduardo Girão (NOVO/CE) criticou “excessiva leniência do governo” em relação à corrupção ao citar denúncias contra o ministro das Comunicações, Juscelino Filho.

“Em março, o mesmo Jornal Estadão descobriu que houve a nomeação de Gustavo Gaspar, seu sócio num haras onde cria cavalos de raça no Maranhão, como funcionário fantasma no gabinete da Liderança do PDT no Senado com um salário de R$ 17 mil por mês. Não é preciso dizer que ele nunca compareceu ao trabalho, nunca bateu ponto. Na mesma época, ele nomeia a irmã de Gustavo como assessora especial do Ministério das Comunicações com salário de R$ 13 mil por mês. É uma farra completa com o dinheiro do contribuinte. É nosso dever combater esse tipo de abuso com o dinheiro do povo brasileiro”, cobrou o parlamentar.

Eduardo Girão ainda citou outras denúncias contra o ministro de Lula, como uso irregular de avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para comparecer a um leilão de cavalos de raça e suspeitas que pesam contra Juscelino por suposto elo em irregularidades em contratos no valor de R$ 36 milhões da prefeitura de Vitorino Freire, no Maranhão, além de contratos sem licitação realizados pela prefeitura de São Luís com uma empresa ligada à família do ministro.

“Quero também refletir sobre as razões de tanta condescendência com esse suposto crime por parte da Presidência da República. Um governo que aumentou de 23 para 37 o número de ministérios com o triste objetivo de alimentar a velha prática da barganha política, do toma lá dá cá, dos conchavos nefastos, é algo que a gente começa a entender o que é que está acontecendo. Um governo que, a cada mês, altera para cima a expectativa do rombo nas contas públicas; era, no início do ano, de R$ 50 bilhões; na última avaliação, já chegou a R$ 174 bilhões o déficit deste governo. Um governo que já gastou R$ 1 bilhão apenas com viagens, com viagens, dando um péssimo exemplo de desperdício à nação”, finalizou o senador Eduardo Girão.

Fonte: Diário do Poder

Redação
Redaçãohttps://bloginformandoedetonando.com.br/
A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários. Obrigado por acessar o portal!

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -