11.5 C
Brasília
28/06/2022
InícioNotíciasBrasilSimon em sua ira santa: ‘Lula deveria estar na cadeia’

Simon em sua ira santa: ‘Lula deveria estar na cadeia’

“Esses nomes têm condenações graves e sérias, mas o Supremo fez uma espécie de troca-troca: Um não mexe com o outro”, acusou.

Ira do ex-senador voltada ao petista acusado de chefiar a quadrilha do Petrolão foi dirigida também a lulistas do MDB como o senador Renan Calheiros (AL).

O ex-senador Pedro Simon (RS), fundador do MDB, continua com a coragem que marcou sua atuação por 32 anos só no Senado. Sua entrevista, no último fim de semana, à honrosa exceção do Estadão, que a publicou, passou ao largo das repercussões. “Lula deveria estar na cadeia”, afirmou sobre o petista acusado de chefiar a quadrilha que promoveu roubo bilionário nos cofres públicos. Mas sua ira santa se dirigiu também lulistas do MDB como o senador Renan Calheiros (AL).

Identificados

Simon acusou os lulistas Renan e Eunício Oliveira (CE) de integrar o grupo “identificado com a Operação Lava Jato”.

Casos na gaveta

“Está provado e reconhecido”, diz ele, “embora os processos não andem porque o Supremo Tribunal Federal deixou na gaveta”.

Marca dolorosa

“A marca que eles deixaram é triste e dolorosa”, disse o veterano político ao se referir aos dois ex-presidentes do Senado.

Troca-troca

“Esses nomes têm condenações graves e sérias, mas o Supremo fez uma espécie de troca-troca: Um não mexe com o outro”, acusou.

Mortes violentas caíram 10% desde 2020 em SP

Dados do primeiro trimestre de 2022 revelam queda de 10% nas mortes violentas, no Estado de São Paulo, comparadas ao mesmo período de 2020, antes do início da pandemia. O resultado corrobora a tendência nacional da queda na violência, apontado pelo Mapa da Violência, em fevereiro, que registrou uma diminuição de 7% nos assassinatos em todo o Brasil, em 2021: O menor patamar da série histórica, desde 2007.

Em São Paulo

Considerando homicídios dolosos, latrocínios e lesões seguidas de morte, foram 780 entre janeiro e março deste ano, contra 867, em 2020.

Nova realidade

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, foram 710 homicídios, 43 latrocínios e 27 lesões seguidas de mortes em 2022.

Antes do isolamento

Em 2020, São Paulo registrou 759 homicídios dolosos, 58 latrocínios e 50 lesões seguidas de mortes, apenas no primeiro trimestre do ano.

Direto, sem papas

Destaque para a frase do presidente Jair Bolsonaro, ontem, na Apas, que arrancou gargalhadas: “Não devemos medir palavras para defender o Brasil. Ficam de frescura, ‘ele fala palavrão’. Então vota naqueles do passado, que falavam bonito e ferravam vocês”.

Coca-Cola enganosa

Em nota cara-de-pau, a Coca-Cola alega que os Del Valle Fresh, proibidos pelo PROCON/DF, “não são e nunca foram classificados como suco ou néctar”. Mas do rótulo à propaganda, tudo remete a “frutas”, longe das garrafas.

Minha empresa, minha vida

O brasileiro empreende para prosperar. Levantamento da Contabilizei mostra que a veia empreendedora fez o país ter mais de um milhão de empresas abertas no primeiro trimestre, pelo segundo ano seguido.

Realidade verificada

A margem de lucro da Petrobras mantém a tendência de alta nos preços de combustíveis no Brasil. Pesquisa TicketLog em 21 mil postos revela 3ª alta seguida na gasolina, com média de R$ 7,55, e etanol a R$ 6,15.

Quando quer ser rápido

O Congresso promulga, nesta terça (17), a Emenda Constitucional que aumenta de 65 para 70 anos a idade máxima para nomeados a tribunais regionais federais e superiores. A PEC foi apresentada há sete meses.

Sem medo de cara feia

O senador Eduardo Girão (PODEMOS/CE) apontou o STF como principal “vilão” da tentativa de destruir o legado da Lava Jato. “Livrou políticos poderosos e empresários, mas também muitos corruptos”, indigna-se.

Esforço valeu

O www.vacinabrasil.org já registra 435 milhões de doses aplicadas na população brasileira, desde o início. É o suficiente para todos os brasileiros terem recebido duas vacinas contra a covid.

Semana importante

O plenário da Câmara tem oito medidas provisórias na pauta, esta semana, incluindo a que aumentou o salário mínimo para R$ 1.212 e a MP que renegocia dívidas do Fies, o fundo de financiamento estudantil.

Pensando bem

Casamento com festa de arromba em plena quarta-feira é para quem não trabalha mesmo.

Fonte: Diário do Poder

Redaçãohttps://bloginformandoedetonando.com.br/
Mandando bala na notícia, informando e detonando de uma forma que você nunca viu! Obrigado por acessar nosso blog!

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -