18.5 C
Brasília
21/09/2021
InícioNotíciasDestaquesDani Salomão e Deputado Distrital Martins Machado trataram da confecção de Lei...

Dani Salomão e Deputado Distrital Martins Machado trataram da confecção de Lei para regulamentar a profissão das Baianas dos Tabuleiros no DF.

No dia de ontem segunda-feira (8), a então empresária e especialista em gestão pública orçamentária Dani Salomão esteve presente junto ao deputado distrital do partido (Republicanos), Martins Machado em um encontro na Câmara Legislativa do Distrito Federal.

No dia de ontem segunda-feira (8), a então empresária e especialista em gestão pública orçamentária Dani Salomão esteve presente junto ao deputado distrital do partido (Republicanos), Martins Machado em um encontro na Câmara Legislativa do Distrito Federal.

A pauta tratada foi à confecção de um Projeto de lei o qual regulamenta a profissão da Baiana do Tabuleiro, que hoje abarca mais de 850 mulheres em todo o DF.

O reconhecimento da profissão tem um impacto justo na auto estima dessas mulheres que hoje são vistas como ambulantes, não sendo reconhecidas como verdadeiras profissionais da área de  culinária cultural.

Na capital Federal assim como em outros Estados, nos tabuleiros, as tradicionais Baianas preservam a tradição passada de mãe para filha e vendem seus pratos mais tradicionais em caráter histórico afro-brasileiro, como Acarajé, Abará, acaçá, bolinho de estudante, cocadas, bolos e mingaus que também representa a sua comercialização para obtenção de suas rendas mensais, que por fim as levam a valores que as fazem sustentar as suas famílias.

Estamos aqui buscando que, o ofício destas guerreiras (Mulheres) passe a ser considerado por lei um trabalho e não uma mera condição de usufruto a ser titulada como “ambulantes”. Ressalta Dani Salomão.

O que já existe é o promulgado dia 25 de novembro como Dia Nacional da Baiana de Acarajé.

As Baianas de Acarajé são consideradas desde 2004 patrimônio da humanidade pelo Instituto do Patrimônio e Artístico Nacional (IPHAN) também.

Além deste título as baianas ainda foram reconhecidas como Patrimônio Imaterial da Bahia e Patrimônio Cultural de Salvador em 2012.

Mais em sua realização profissional aqui diante destes estágios passados, temos a busca de reconhecimento pelos seus trabalhos como PROFISSÃO, hoje, ainda falta este abraçar de relações diante das suas atividades, onde a mesma é passada de mãe para filha seguindo sua linhagem cultural e culinária. Completa.

Estiveram presentes ( Patrícia Zapponi & José Neves ) juntos por esta conquista louvável a estas mulheres.

Fonte: Informando e Detonando

Redaçãohttps://bloginformandoedetonando.com.br/
Mandando bala na notícia, informando e detonando de uma forma que você nunca viu! Obrigado por acessar nosso blog!

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -