18.5 C
Brasília
11/08/2022
InícioNotíciasDestaquesOperação registra irregularidades de trânsito na madrugada deste sábado

Operação registra irregularidades de trânsito na madrugada deste sábado

“Eventos como esse reafirmam que a segurança viária aqui é uma prioridade. Espero que as próximas ações sejam tão bem-sucedidas como todas até agora e que, cada vez mais, o cidadão se conscientize sobre a importância do respeito às leis para manter o trânsito seguro e preservar vidas.”

Fiscalização resultou em 18 autuações de motoristas inabilitados, 20 multas e 56 veículos removidos.

Entre as 22h de sexta-feira (24) e às 3h do sábado (25), o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER) atuou, junto ao Departamento de Trânsito (DETRAN), a Polícia Militar (PMDF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em uma operação denominada Força Conjunta, que já está na sua 15ª quinta edição. As ações foram realizadas em oito pontos de Taguatinga e Águas Claras, em trechos urbanos e rodovias, como a DF 001, a DF 079 e a federal BR 070.

No total, foram registradas 161 irregularidades de trânsito, com 18 autuações a motoristas que dirigiam sem habilitação e 20 multas para condutores com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida. Por falta de licenciamento, incluindo excesso de multas vencidas, foram removidos 56 veículos.

Também foi apreendido um carro com a placa adulterada, crime previsto no artigo 311 do Código Penal. Conduzido à delegacia, o motorista assinou um termo circunstanciado para comparecer à Justiça quando for intimado, tendo o veículo ficado sob os cuidados da Polícia Civil, para perícia. Os agentes ainda abordaram um motorista com mais de R$ 11 mil em débitos.  O carro foi conduzido ao depósito. Todos os flagrantes foram registrados na 21ª Delegacia de Polícia Civil do DF.

Os órgãos envolvidos na ação abordaram mais de 700 pessoas em 571 veículos, dos quais 105 motoristas foram autuados por embriaguez. Entre esses últimos, dois foram presos por atingir o índice que configura crime ou por apresentarem sinais claros de embriaguez e 99 foram autuados por se recusarem a fazer o teste do etilômetro. Para esse caso, as penalidades administrativas são idênticas às aplicadas por embriaguez ao volante: multa de R$ 2.934,70 e suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

“O Distrito Federal sempre foi uma referência de segurança no trânsito para o restante do país”, disse o agende de trânsito rodoviário do DER Estevão Gonçalo Timo. “Eventos como esse reafirmam que a segurança viária aqui é uma prioridade. Espero que as próximas ações sejam tão bem-sucedidas como todas até agora e que, cada vez mais, o cidadão se conscientize sobre a importância do respeito às leis para manter o trânsito seguro e preservar vidas.”

Fonte: DETRAN/DF

Redaçãohttps://bloginformandoedetonando.com.br/
Mandando bala na notícia, informando e detonando de uma forma que você nunca viu! Obrigado por acessar nosso blog!

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -