23.5 C
Brasília
27/11/2021
InícioNotíciasDestaquesTendências e novos hábitos são foco da nova edição do SEBRAE Inova...

Tendências e novos hábitos são foco da nova edição do SEBRAE Inova Digital

“Foi um susto muito grande. A empresa tinha acabado de ser aberta e eu precisava dar um jeito, não estava disposta a desistir e comecei a pensar em alternativas, vi quais eram as tendências”, recorda a empresária.

Proprietária do estúdio boutique Spicycle, na 207 sul, Larissa Pacheco acompanhou as tendências para garantir a sobrevivência de seu negócio durante a pandemia.

Na época em que a pandemia originada pela Covid 19 começava a avançar por diversos países, em março do ano passado, a mineira Larissa Pacheco, ainda dava seus primeiros passos na cena empresarial no Distrito Federal. Graduada em educação física, ela havia identificado uma oportunidade de mercado e meses antes, em novembro de 2019, inaugurou o primeiro estúdio boutique da capital federal, o Spincycle.

O empreendimento, localizado na 207 da Asa Sul, surgiu como uma alternativa às tradicionais academias de musculação e iniciou suas atividades oferecendo aos frequentadores duas modalidades. A primeira é a bike class, que tem o objetivo de melhorar os resultados físicos por meio de movimento com corpo inteiro em cima da bicicleta, e a strong basics, atividade desenvolvida por Larissa e que consiste em um treinamento de força e resistência com foco em hipertrofia e tônus muscular.

Contudo, devido à chegada e ao rápido avanço da doença, Larissa, assim como milhares de outros empresários, se deparou com uma cenário de incertezas, de preocupações e precisou se adaptar, criar e desenvolver novos hábitos para, primeiramente, absorver os impactos causados pelas medidas restritivas impostas pelo governo do DF que impediam funcionamento de atividades não essenciais, como academias e estabelecimentos afins, e, consequentemente, para continuar em atividade no mercado.

“Foi um susto muito grande. A empresa tinha acabado de ser aberta e eu precisava dar um jeito, não estava disposta a desistir e comecei a pensar em alternativas, vi quais eram as tendências”, recorda a empresária.

Logo no segundo dia de vigência das restrições, Larissa teve a ideia de alugar as bicicletas de seu estúdio para que as pessoas pudessem praticar atividade física em suas casas. O resultado foi positivo e em dez minutos ela já havia alugado todas os equipamento que tinha disponível. A empresária, então, fez contato com academias situadas no entorno do DF, locou bicicletas e realugou os equipamentos para pessoas que ainda estavam interessadas em se manter fisicamente ativas. Ao todo, foram mais de 100 bicicletas alugadas durante os cinco meses em que o estúdio precisou ficar fechado.

Nesse momento, a educadora física percebeu que não bastava simplesmente fazer a locação dos equipamentos e teve outra ideia, a de começar a dar aulas online para ajudar as pessoas a liberaram endorfina. A ideia foi bem aceita e serviu como um holofote para a marca, que ganhou destaque dentro do segmento fitness brasiliense.

Ainda em meio às restrições, Larissa começou a pressentir que a realidade das aulas a distância logo mudaria e começou a se preparar para a volta das atividades presenciais. Ciente de que não poderia utilizar o espaço interno do estúdio, como era o hábito antes do início da pandemia, ela procurou novamente por alternativas e se readaptou, passando a oferecer treinos ao ar livre. Para isso, Larissa instalou cabines de acrílico na área externa do estúdio, disponibilizou fones de ouvido para cada aluno do estúdio, sapatilha, toalha descartável, álcool gel e assim voltou a ministrar aulas no formato presencial. As atividades seguiram, ainda, todos os protocolos sanitários para impedir a proliferação do agente causador da covid-19, conforme estabelecia o decreto editado pelo GDF à época.

“Foi a forma que encontramos para inovar. Foi uma ideia que transmitiu segurança para as pessoas e fez o Spincycle ser ainda mais conhecido. O nosso número de alunos cresceu muito naquele momento”, conta Larissa.

Atualmente, as aulas já ocorrem dentro do ambiente interno do estúdio e continuam a seguir uma série de protocolos para evitar a disseminação da covid-19 e garantido segurança, o que, segundo, Larissa, é algo fundamental que cada empresário precisa desenvolver para o pós-pandemia.

Acompanhamento de tendências é fundamental para o sucesso do negócio

Embora o Brasil caminhe para um cenário de retração da pandemia de covid-19, com mais da metade de sua população totalmente vacinada, há quem garanta que medidas de higiene e proteção, por exemplo, deve continuar em voga mesmo esse período. Ao mesmo tempo, novas tendências e hábitos certamente irão aparecer e devem moldar as distintas realidades de cada sociedade.

Para ajudar na compreensão desse assunto, o Sebrae Inova Digital 2021 contará com um espaço em sua programação sobre as tendências pós-pandemia. O material disponibilizado por especialistas poderá ser acessado na sessão de conteúdos complementares e estará disponível gratuitamente durante a realização do evento, abordando temas como gestão de pessoas e equipes, transformação digital e liderança, entre outros assuntos impulsionados por inovações e novas tecnologias.

A edição 2021 do SEBRAE Inova Digital será realizada entre os dias 23 e 25 de novembro, de forma virtual e gratuita, com o objetivo de inspirar micro e pequenos empresários, além de potenciais empreendedores, a desenvolverem estratégias sólidas capazes de impulsionar o crescimento ou ideia de negócio.

As inscrições para participar do evento já estão abertas e podem ser feitas pelo site www.sebraeinovadigital.com.br.

Fonte: ASCOM do SEBRAE

Redaçãohttps://bloginformandoedetonando.com.br/
Mandando bala na notícia, informando e detonando de uma forma que você nunca viu! Obrigado por acessar nosso blog!

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -