11.5 C
Brasília
28/06/2022
InícioNotíciasDestaquesArruda pede suspensão de improbidade. Decisão está nas mãos de Cruz Macedo

Arruda pede suspensão de improbidade. Decisão está nas mãos de Cruz Macedo

Em função da condenação por improbidade, Arruda foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa e está inelegível até hoje. Ou seja, não pode se candidatar nas eleições de outubro, apesar de ter conquistado o benefício da transposição de suas ações penais para a Justiça Eleitoral.

Por Isadora Teixeira

José Roberto Arruda quer se livrar da condenação por improbidade para poder se candidatar. O presidente do TJDFT decidirá

O destino político de José Roberto Arruda está nas mãos do presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), desembargador Cruz Macedo.

Caixa de Pandora: 10 anos de um crime sem desfecho

No início da noite do dia 31 de maio, a defesa de Arruda ingressou no TJDFT para pedir a suspensão dos efeitos do acórdão que manteve a condenação do político por improbidade administrativa. Na época, a Justiça entendeu que Arruda devia R$ 9 milhões (31,5 milhões corrigidos) em solidariedade com os empresários condenados juntamente com ele.

Em função da condenação por improbidade, Arruda foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa e está inelegível até hoje. Ou seja, não pode se candidatar nas eleições de outubro, apesar de ter conquistado o benefício da transposição de suas ações penais para a Justiça Eleitoral.

O ex-governador do DF foi protagonista do maior escândalo de corrupção no Distrito Federal, revelado a partir das investigações da Operação Caixa de Pandora.

Agora, Arruda quer voltar às urnas, e tem feito tudo o que pode para assegurar sua elegibilidade. A prerrogativa de analisar o pedido de suspensão da condenação do ex-governador é do presidente do TJDFT, Cruz Macedo.

Veja o pedido de Arruda na íntegra: Pedido de Arruda para suspensão de Improbidade 

Fonte: Metrópoles

Redaçãohttps://bloginformandoedetonando.com.br/
Mandando bala na notícia, informando e detonando de uma forma que você nunca viu! Obrigado por acessar nosso blog!

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -