11.5 C
Brasília
28/06/2022
InícioNotíciasDestaquesMayara Noronha: CRAS passam a atender sem agendamento prévio

Mayara Noronha: CRAS passam a atender sem agendamento prévio

“É importante frisar que as filas não acabam de uma hora para outra. É um processo gradativo. Por esse motivo, estamos empregando outras alternativas paralelas para que essa redução seja mais célere” Mayara Noronha Rocha, Secretária de Desenvolvimento Social

Parte das unidades vão intensificar mutirões para preenchimento e atualização do Cadastro Único aos sábados.

O Governo do Distrito Federal (GDF) anunciou, nesta sexta-feira (3), a retomada do atendimento sem agendamento prévio nos 29 centros de referência de assistência social (CRAS). O serviço vai ocorrer por meio de distribuição de senhas e levando em conta a capacidade de atendimento da unidade. Diariamente, vai ser afixado na entrada do local a quantidade de senhas disponíveis.

“É importante frisar que as filas não acabam de uma hora para outra. É um processo gradativo. Por esse motivo, estamos empregando outras alternativas paralelas para que essa redução seja mais célere”, destaca a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha.

Durante coletiva para a imprensa no Palácio do Buriti, outra medida anunciada foi à abertura dos Cras aos sábados para preenchimento e atualização do Cadastro Único. Regiões com maiores demandas vão atender o público entre 8 e 17 horas em dias pré-determinados.

“É importante frisar que as filas não acabam de uma hora para outra. É um processo gradativo. Por esse motivo, estamos empregando outras alternativas paralelas para que essa redução seja mais célere” Mayara Noronha Rocha, Secretária de Desenvolvimento Social

Neste sábado (4), ocorre mutirão em três Cras do P Sul, Santa Maria e Planaltina exclusivamente para preenchimento e atualização do Cadastro Único, das 8h às 16h.

A gestora pondera que o atendimento sociassistencial exige detalhes e pode transcorrer por até uma hora ou mais. “Trata-se de uma escuta qualificada às famílias. Por isso, o número de senhas é limitado nas agências do Na Hora e, agora, nos CRAS. Lembrando que o Na Hora continua fazendo os atendimentos de Cadastro Único”, completa a secretária. Quem preferir, ainda pode fazer a solicitação via 156.

Ainda com vistas à ampliação ao preenchimento e à atualização do Cadastro Único, corre edital para seleção de organizações da sociedade civil (OSCs) que vão reforçar esses serviços. A previsão é que o processo de seleção seja concluído em agosto. A entidade vencedora do certame vai instalar 14 novos pontos de atendimento exclusivo para esse serviço em regiões de maior vulnerabilidade do Distrito Federal, reforçando ainda mais o trabalho que já é executado pelas unidades socioassistenciais locais.

Fonte: Com informações da SEDES/DF

Redaçãohttps://bloginformandoedetonando.com.br/
Mandando bala na notícia, informando e detonando de uma forma que você nunca viu! Obrigado por acessar nosso blog!

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -