17.5 C
Brasília
25/07/2024
InícioNotíciasDestaquesMoradores de Vicente Pires ajudam gabinete de crise para acelerar obras emergenciais

Moradores de Vicente Pires ajudam gabinete de crise para acelerar obras emergenciais

Grupos de WhatsApp devidamente organizados com a presença de pelo menos um assessor do Governo do Distrito Federal. Assim, a Administração Regional de Vicente Pires está conseguindo identificar e resolver problemas pontuais no dia a dia da população. A rede social de mensagens via celular está conseguindo reunir 3.584 moradores, em 14 comunidades bastante ativas, onde circulam diariamente centenas de opiniões, problemas e também muitos elogios.

Síndico do Condomínio Flamboyat, Samuel Monteiro, viu nesse canal uma linha direta de comunicação com o governo e não perdeu tempo. Ontem, a Rua 6 ficou sem água porque uma adutora se rompeu. “Fiz o registro na Caesb e enviei uma foto para eles e expliquei tudo. Só no nosso condomínio, 27 famílias estavam sem água. Logo, os trabalhadores chegaram e começaram os serviços. Os trabalhos seguiram por toda a madrugada de hoje. A gente vê o empenho deles e é bom saber que o governo se preocupa”, conta.

Em média, a Administração recebe 280 pedidos todos os dias. Entre as conversas, fotos de buracos, dicas de organização do trânsito, iluminação pública, pedidos de esclarecimentos sobre as obras e situações emergenciais, como o rompimento da adutora da Rua 6. “Boa parte do que estamos fazendo no gabinete de crise vem das indicações nos grupos. Estamos construindo nossos cronogramas de ações com a colaboração da comunidade”, explica o chefe de gabinete da regional, Samuel Oliveira.

Segundo ele, a maioria dos registros tem a ver com esclarecimentos sobre as obras. “Inclusive, já promovemos mais de 20 reuniões, em diversos locais, para apresentar melhor a dinâmica da obra”, afirma, ao completar que a contribuição da comunidade é importante não apenas para identificar problemas como também para planejar a solução. “Em algumas ruas, com as fotos encaminhadas pelos moradores, pudemos prever a quantidade de massa asfáltica necessária para os serviços”, lembra Oliveira.

Para dinamizar o atendimento e não deixar ninguém sem resposta, cada grupo de WhatsApp tem um representante do Governo. “Nossa orientação é responder o cidadão com até 72 horas. E a resposta tem de ser algo concreto. A data para conclusão do serviço ou o porquê de não ser possível o atendimento. Tudo com muita transparência”, explica Oliveira.

O resultado dessa comunicação franca tem sido bem avaliada pela comunidade. Entre os comunicados são comuns os registros de elogios às ações do governo e também muitos “emojis” com carinhas de satisfação, agradecimento e parabéns pela iniciativa.

Balanço de ações

As ações são coordenadas pelo Gabinete de Gestão de Crise instalado na Administração Regional de Vicente Pires na sexta-feira (3). Nesta quarta (8), o DF Legal orientou 41 estabelecimentos, 80 toneladas de materiais para tapa-buraco foram utilizados, 15 quilômetros de mato foi removido das portas dos condomínios e um quilômetro de bocas de lobo foram desobstruídas. Além disso, a força-tarefa contabilizou 20 quilômetros de alargamento e corte de via e 15 toneladas de rejeitos foram retiradas das ruas.

Veja aonde o GDF está trabalhando em Vicente Pires no mapa a baixo:

Fonte: Agência Brasília

Redação
Redaçãohttps://bloginformandoedetonando.com.br/
A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários. Obrigado por acessar o portal!

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -