19.5 C
Brasília
21/10/2021
InícioNotíciasBrasilSérgio Moro determina que relatório da CPI do BNDES seja apurado pela...

Sérgio Moro determina que relatório da CPI do BNDES seja apurado pela PF

Por Caio Barbieri

Documento foi entregue ao ministro da Justiça nesta quinta-feira (28/11) pela deputada Paula Belmonte, então vice-presidente da comissão

O Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, recebeu na tarde de quinta-feira (28/11/2019) o relatório da CPI do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) da Câmara dos Deputados das mãos da deputada federal Paula Belmonte (Cidadania/DF). Ela foi vice-presidente do grupo que conduziu as investigações. Acompanhada de outros integrantes da comissão, a congressista pediu ao ministro que encaminhasse o documento para a Polícia Federal.

“Entregamos toda a documentação e o ministro se comprometeu a entregar todo o material à Polícia Federal. Ele acredita que algumas investigações já estão em curso, mas com certeza poderão ser aprofundadas. Essa é mais uma resposta para aqueles que acham que a comissão terminou em pizza”, afirmou a deputada.

A CPI apurou denúncias de desvios de recursos públicos dentro da instituição financeira da União nas últimas gestões. O relatório foi aprovado em 22 de outubro e pede o indiciamento de 52 pessoas, entre ex-ministros da Fazenda, como Guido Mantega e Antônio Palocci, ex-presidentes e ex-diretores do BNDES e executivos de empresas como Odebrecht e JBS, que teriam feito operações suspeitas com o banco.

Indiciamento

A lista de indiciamentos chegou a contar com os nomes dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, mas a inclusão deles no rol de suspeitos acabou sendo derrotada na votação do relatório final da CPI. Outras nove pessoas também tiveram seus nomes retirados.

Segundo o documento, a comissão encontrou indícios de crimes de corrupção e formação de quadrilha no âmbito do banco, em operações para internacionalização e o financiamento de obras no exterior de grandes empresas como a JBS.

Além de Moro, integrantes da CPI também encaminharam o relatório final ao procurador-geral da República, Augusto Aras, que recebeu o documento na última quarta-feira (20/11/2019).

Fonte: Metrópoles

Redaçãohttps://bloginformandoedetonando.com.br/
Mandando bala na notícia, informando e detonando de uma forma que você nunca viu! Obrigado por acessar nosso blog!

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -