19.5 C
Brasília
08/08/2022
InícioPolíticaCLDFCandidatura de Rafael Prudente para a CLDF não teria o apoio de...

Candidatura de Rafael Prudente para a CLDF não teria o apoio de Ibaneis

Por Toni Duarte

Rafael Prudente (MDB), eleito para o segundo mandato de deputado distrital, teria tudo para ser o candidato preferido de Ibaneis Rocha se tivesse acreditado, desde o nascedouro, na candidatura do ex-presidente da OAB/DF que derrotou o atual governador Rodrigo Rollemberg (PSB), no segundo turno da eleição.

Apesar de estar trabalhando fortemente em parceria com a grande imprensa, para ser o próximo presidente da Câmara Legislativa, no entanto a candidatura do deputado distrital Rafael Prudente, do mesmo partido de Ibaneis Rocha (MDB), não terá o apoio do governador eleito, segundo avaliação de novos e antigos distritais que conseguiram se eleger.

O deputado só aderiu à campanha majoritária do seu próprio partido no último minuto do segundo turno quando a vitória de Ibaneis já estava completamente definida, conforme indicavam as pesquisas de intenção de voto.

Sem o apoio declarado do novo governador, que surge com o prestígio da maioria dos deputados distritais, que irá compor a Câmara Legislativa, a partir da próxima legislatura, Prudente resolveu se socorrer junto ao pai dele, Leonardo Prudente, ex-presidente da CLDF, para pilotar a sua candidatura.

Ao invés de surgir pelo contato natural do chamado corpo-a-corpo, entre os distritais dentro da CLDF, a candidatura de Rafael Prudente, teria sido lançada com o apoio da chamada “grande imprensa”, que vive da gorda verba publicitária, bancada pelo dinheiro público.

Os apoiadores do pretenso candidato a presidente da Câmara Legislativa acreditam que a grande imprensa possui papel influenciador no meio da classe política. Se isso vai dar certo ninguém sabe.

Segundo apurou o Radar, Ibaneis Rocha não estaria disposto a declarar apoio a Rafael Prudente, por acreditar que possa produzir desgastes nos primeiros dois anos do governo, que se instala a partir de 1º de janeiro do próximo ano.

Segundo também apurou o Radar, o governador eleito acredita que a vez de Prudente, como presidente da CLDF, seria para o biênio seguinte por ser mais confortável politicamente para o governo.

Mesmo sem o apoio do governador eleito, Prudente estaria disposto a ir para o tudo ou nada, o que seria um equívoco político desnecessário, segundo a avaliação dos deputados distritais reeleitos, bem como para os eleitos pela primeira vez para a Câmara Legislativa.

Fonte: Radar DF

Redaçãohttps://bloginformandoedetonando.com.br/
Mandando bala na notícia, informando e detonando de uma forma que você nunca viu! Obrigado por acessar nosso blog!

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -