14.5 C
Brasília
17/06/2024
InícioPolíticaCLDFDeputados inventam setores e mais cargos na CLDF

Deputados inventam setores e mais cargos na CLDF

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, ora vejam, culpou a imprensa, sempre tão amiga, pelas manchetes sobre piora na expectativa do mercado financeiro. Os jornalões repercutiram dados do Boletim Focus.

Deputados aproveitaram uma sexta-feira, dia de menor movimento na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), e publicaram no Diário Oficial da Casa a nova estrutura da Mesa Diretora, com novos departamentos e mais cargos de livre nomeação, claro. Além da já instituída vice-presidência, a edição do Diário Oficial de 10 de Maio institui a inventiva “segunda vice-presidência” e a “quarta secretaria”.

Vice do vice

A segunda-vice-presidência substitui a vice-presidência em ausência. A primeira secretaria substitui a vice da vice e por aí vai, fala sério!

Gente à beça

Para atender aos 24 deputados distritais, as excelências têm à disposição cerca de 2,4 mil funcionários. Comissionados beiram 1,6 mil.

Boquinhas

O exército de assessores não constrangeu a CLDF, que abriu vagas para os novos gabinetes. A maior parte destinada a cargos de livre nomeação.

Inacreditável

A palavra “inacreditável” bombou em Brasília, até entre jornalistas ativistas, após o ministro Dias Toffoli anular todos os atos da Lava Jato contra a Odebrechtt, empresa-símbolo da corrupção e cujos dirigentes confessaram haver subornado autoridades nos governos do PT.

Pasmo, espanto

Deputado federal cassado, condenado por corrupção no mensalão e no petrolão, ex-presidiário e agora descondenado, José Dirceu ganhou do STF o mesmo presente conferido a Lula: o retorno à cena política.

Made in RS

Em Brasília têm sido frequentes, nos supermercados, pessoas procurando identificar e priorizar produtos do Rio Grande do Sul, como arroz, para apoiar a recuperação da destroçada economia do Estado.

Socialista arrogante

Javier Milei não se dobrou ao premiê espanhol que chamou de volta sua embaixadora e exigiu desculpas após o argentino lembrar que a mulher de Pedro Sánchez foi acusada de corrupção e tráfico de influência no Tribunal de Madri. “Típico de um socialista arrogante”, disparou Javier Milei.

Inimigo imaginário

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, ora vejam, culpou a imprensa, sempre tão amiga, pelas manchetes sobre piora na expectativa do mercado financeiro. Os jornalões repercutiram dados do Boletim Focus.

Explica, ministro

O deputado Gustavo Gayer (PL/GO) quer explicação de Rui Costa (Casa Civil) sobre a decisão do governo Lula de importar arroz. Essa coisa meio suspeita fez o preço do arroz disparar mais de 30% no Mercosul.

Pode esquecer

A “cervejinha” prometida por Lula em campanha pode ficar mais pesada no bolso do brasileiro com a regulamentação da reforma tributária. Simulador do Banco Mundial prevê imposto de 46% para a bebida.

Separou em castas

Repercutiu entre deputados a decisão do Exército de restringir armas para policiais militares e bombeiros. Coronel Telhada (PP-SP) avalia que o governo Lula despreza os policiais e valoriza a bandidagem.

Pensando bem

Os incêndios aumentaram 81%, com Ibama paralisado por cortes no orçamento, mas importante mesmo é perseguir “importunadores de baleia”.

Fonte: Diário do Poder

Redação
Redaçãohttps://bloginformandoedetonando.com.br/
A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários. Obrigado por acessar o portal!

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -