14.5 C
Brasília
17/06/2024
InícioPolíticaCLDFTRE marca para 11 de abril retomada de julgamento que pode cassar...

TRE marca para 11 de abril retomada de julgamento que pode cassar distrital José Gomes

Por Gabriel Luiz, G1 DF

Deputado da CLDF é acusado de abuso de poder porque empresa dele teria coagido funcionários a votar no patrão. Entre desembargadores, já existe maioria pela condenação.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Distrito Federal marcou para o dia 11 de abril a retomada do julgamento que pode cassar o mandato do deputado José Gomes (PSB). A sessão deve começar às 17h.

O julgamento tinha começado em 19 de março, mas foi adiado após o desembargador Telson Ferreira pedir vista mais tempo para analisar o assunto. O distrital foi denunciado pelo Ministério Público Eleitoral por abuso de poder econômico.

Segundo a denúncia, José Gomes usou a empresa Real JG para exigir o voto dos cerca de 10 mil funcionários, sob ameaça de demissão e usando argumentos como “gratidão pelo emprego” (ouça áudio abaixo).

Gravação mostra pressão para funcionários votarem no chefe para deputado

O relator do caso, desembargador Waldir Leôncio, defendeu durante o voto a cassação e inelegibilidade por oito anos de José Gomes.

O desembargador Daniel Paes Ribeiro acompanhou o voto do relator, assim como fez Diva Lucy. Até o pedido de Telson Ferreira, faltavam ainda as manifestações dos desembargadores Erich Endrillo e Hector Valverde.

Na prática, se nenhum magistrado mudar de opinião, José Gomes poderá ser penalizado pelo crime de abuso de poder. Se condenado, a pena ainda precisará ser estipulada.

Ainda assim, ele tem possibilidade de recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A defesa do deputado disse que “acredita no Judiciário e na comprovação da inocência”.

Fonte: G1/DF

Redação
Redaçãohttps://bloginformandoedetonando.com.br/
A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários. Obrigado por acessar o portal!

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -