23.5 C
Brasília
18/06/2021
InícioPolíticaCLDFGoverno e Administrações juntos 'Itapoã e Paranoá'

Governo e Administrações juntos ‘Itapoã e Paranoá’

 Por Velhos Sábios

Ser ou não ser, es a questão, buracos tapados as administrações regionais sim, possuem a solução.

Que as administrações regionais de Brasília neste governo estão empenhadas para atender a população de uma forma ímpar isto podemos ver e comprovar com o passar do primeiro ano de governo de Ibaneis Rocha. Diversos projetos foram e estão sendo lançados para comportar as necessidades de todas as cidades.

Um destes projetos em destaque é o buraco-zero. O programa consiste em zerar os buracos das cidades. Com um aplicativo de uso das administrações o primeiro passo é mapear onde estão estes buracos pelo sistema de uso georreferenciado que produz uma agilidade real dando a (Localização exata via satélite do Buraco), com este indicativo as equipes de Tapação de buracos sabem exatamente onde esta o problema é assim se deslocam para o atendimento necessário a população.

Observação: Sabemos que o mundo não foi feito em apenas 1 dia, logo a informação passada é que os buracos estão sendo tapados por via de diversos atendimentos as mesmas.

Outro fato interessante é que muitas pessoas sonham que este procedimento é algo simples e rápido a ser feito dentro de uma cidade. Uma pena mais enganam-se por uma visão antiga de que é apenas jogar a massa asfáltica no buraco e tudo está pronto, é isto depende muito da ação e situação de cada atendimento a ser feito.

Empresas especializadas nesta mão de obra estão a favor das administrações regionais executando estes trabalhos com pessoas capacitadas.

Um breve laudo técnico exemplifica o mito do dinheiro público sendo jogado fora como muitos acham ou enxergar nas ações remetidas em avenidas ou  em suas próprias  ruas.

“Em ruas e avenidas em que o tratamento é feito diretamente em cada buraco, o procedimento técnico correto é cortar ao redor do buraco e de sua área de influência lateral, retirando o material comprometido de pavimento e de base. Após limpar toda a área interna do buraco recortado, repor com agregados a base e compactar, utiliza-se as placas vibratórias ou rolo.”

A medida dos buracos esta baseada na avaliação da estrutura do próprio asfalto ele podendo apresentar pequenas rachaduras ou os famosos crocodilos que são rachaduras que seguem lado a lado tornando sua aparência Inicial como um casco de crocodilo. Lembrando que a pequena rachadura de hoje é o ‘buraco de amanhã’ então as empresas sabem justamente o que fazem ao executar cada medição, isto sendo algo muito importante e positivo pois, se antecipar ao negativo é pensar justamente naquele morador que não terá um buraco frente a sua porta 2 dias depois alegando um serviço mau prestado pelo governo e  administrações regionais.

Esperamos que muitos ao ler este artigo possam ter uma interpretação mais precisa dos trabalhos realizado em suas respectivas cidades que recebem a operação buraco-zero.

“Jornalistas de Brasília, uma razão para escrever, uma ação para informar. ” By Velhos Sabios”.

Fonte: Jornalistas de Brasília / Informando e Detonando 

Redaçãohttps://bloginformandoedetonando.com.br/
Mandando bala na notícia, informando e detonando de uma forma que você nunca viu! Obrigado por acessar nosso blog!

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias