11.5 C
Brasília
17/06/2024
InícioNotíciasDestaquesMaktoum bin Mohammed se reúne com formuladores de políticas globais e líderes...

Maktoum bin Mohammed se reúne com formuladores de políticas globais e líderes do setor financeiro na segunda Cúpula FinTech de Dubai

A autoridade emirática disse ainda que a parceria de longa data de Dubai com a Nasdaq tem apoiado a criação de novos caminhos para a excelência no setor financeiro e a elevação de seu status como um centro financeiro internacional líder.

O xeique Maktoum bin Mohammed bin Rashid Al Maktoum, primeiro vice-governante de Dubai, vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças dos Emirados Árabes Unidos e presidente do Centro Financeiro Internacional de Dubai (DIFC, na sigla em inglês), se reuniu nesta segunda-feira com formuladores de políticas globais e líderes do setor financeiro à margem da segunda Cúpula FinTech de Dubai (DFS).

Entre os tomadores de decisão influentes com os quais o xeique Maktoum se reuniu estavam Adena T Friedman, presidente e CEO da Nasdaq; Oh Se-Hoon, prefeito de Seul, Coreia do Sul; Nic Dreckman, CEO do Grupo Julius Baer; e Nik Storonsky, fundador e CEO da Revolut.

A Cúpula FinTech de Dubai de dois dias, organizada pelo DIFC, o principal centro financeiro global da região MEASA (Oriente Médio, África e Sul da Ásia), foi inaugurado nesta segunda, reunindo mais de 8 mil tomadores de decisão, mais de 300 líderes de pensamento e mais de 200 expositores para discutir as recentes inovações e desafios e apresentar tecnologias de ponta.

Os compromissos do xeique Maktoum se concentraram em várias áreas, incluindo a troca de experiência em inovação FinTech, desenvolvimento de infraestrutura urbana e novas oportunidades de mercado de capitais, gestão de patrimônio e FinTech que estão surgindo como resultado das novas políticas e iniciativas de Dubai.

A reunião do xeique Maktoum com Adena T Friedman, presidente e CEO da Nasdaq, uma das maiores bolsas de valores do mundo, explorou laços mais fortes entre o ecossistema financeiro de Dubai e a Nasdaq.

O xeique Maktoum destacou as iniciativas estratégicas de Dubai para aumentar o volume total de seus mercados de ações para AED 3 trilhões (US$ 816 bilhões) e aprofundar seu ecossistema de mercado de capitais, tornando-o um destino importante para investidores de todo o mundo. A colaboração com participantes globais, como a Nasdaq, é vital para os esforços estratégicos de Dubai em promover o crescimento do investimento e fomentar a inovação tecnológica em serviços financeiros, acrescentou.

A autoridade emirática disse ainda que a parceria de longa data de Dubai com a Nasdaq tem apoiado a criação de novos caminhos para a excelência no setor financeiro e a elevação de seu status como um centro financeiro internacional líder.

Friedman elogiou a abordagem progressiva de Dubai e expressou o interesse da Nasdaq em explorar oportunidades de colaboração em áreas como o desenvolvimento do mercado de capitais e a inovação regulatória.

Já o encontro com Oh Se-hoon, prefeito de Seul, explorou caminhos de colaboração entre Dubai e Seul, especialmente nas áreas de desenvolvimento de infraestrutura urbana, tecnologia e inovação. O xeique Maktoum enfatizou o compromisso de Dubai em promover parcerias com as principais cidades globais, como Seul, com o objetivo de trocar conhecimentos e melhores práticas para impulsionar o crescimento sustentável e a prosperidade. Ele observou que as duas cidades compartilham muitas complementaridades em suas jornadas de desenvolvimento e no crescimento de seus setores financeiros, que podem ser aproveitadas para promover o progresso mútuo.

O prefeito Oh Se-hoon expressou seu apreço pela liderança de Dubai em vários setores e manifestou grande interesse em compartilhar experiências no setor de FinTech, para apoiar o desenvolvimento sustentado de suas economias.

O xeique Maktoum também se reuniu com Nic Dreckmann, CEO do Grupo Julius Baer, líder global no setor bancário privado, e Nikolay Storonsky, fundador e CEO da Revolut, um neobanco internacional e empresa de tecnologia financeira. Ele expressou o compromisso de Dubai em criar um ambiente propício para a excelência em gestão de patrimônio, investimentos e tecnologia financeira, destacando as iniciativas estratégicas da cidade para atrair indivíduos de alto patrimônio líquido, escritórios familiares e empresas inovadoras de FinTech.

Dreckmann e Storonsky elogiaram o crescimento excepcional de Dubai na última década como um centro financeiro global e expressaram o interesse de suas empresas em expandir sua presença na região e aproveitar a infraestrutura avançada do emirado e as políticas favoráveis aos investidores para atender seus clientes com eficiência.

Com presença em mais de 60 localidades em todo o mundo, incluindo o Centro Financeiro Internacional de Dubai, o Julius Baer é um dos principais fornecedores mundiais de soluções de gestão de patrimônio. Com ativos sob gestão no valor de CHF 427 bilhões no final de 2023, o Julius Baer é o maior banco privado puro do mundo.

A Revolut é um neobanco global e uma empresa de tecnologia financeira que oferece serviços bancários para clientes de varejo e empresas. A instituição atende a 40 milhões de clientes pessoais e 500 mil clientes empresariais em mais de 150 países e regiões.

Alinhada com a meta da Agenda Econômica de Dubai D33 de estabelecer a cidade como um dos quatro principais centros financeiros globais até 2033, a Cúpula FinTech de Dubai foi projetada para incentivar a colaboração e a inovação internacionais, fundamentais para transformar o setor global de FinTech. O evento apresenta uma oportunidade única para explorar as tendências emergentes dessa área e seu potencial para impulsionar o progresso financeiro na região MEASA.

As reuniões contaram com a presença de Essa Kazim, governador do DIFC; Arif Amiri, diretor-executivo da Autoridade do DIFC; e Mohammad Alblooshi, CEO do Centro de Inovação do DIFC.

Fonte: WAM

Redação
Redaçãohttps://bloginformandoedetonando.com.br/
A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários. Obrigado por acessar o portal!

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -