13.5 C
Brasília
28/06/2022
InícioNotíciasDestaquesPresidente do TJDFT se declara impedido para julgar ação em que Arruda...

Presidente do TJDFT se declara impedido para julgar ação em que Arruda busca elegibilidade

Com a suspeição de Cruz Macedo, que alegou motivo de foro íntimo, o caso agora está nas mãos do 1º vice-presidente do TJDFT, desembargador Angelo Passarelli.

Desembargador Cruz Macedo alegou motivo de foro íntimo para não julgar caso. Análise agora será do 1º vice-presidente

O presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), desembargador Cruz Macedo, declarou suspeição para julgar o pedido do ex-governador José Roberto Arruda (PL) para suspender a condenação por improbidade administrativa.

De acordo com informações de bastidores, após o ministro André Mendonça anular todos os atos praticados até agora pelo juízo da 7ª Vara Criminal de Brasília, o objetivo do ex-governador é se livrar da pena e tornar-se elegível novamente para concorrer nas eleições deste ano, possivelmente ao GDF.

Com a suspeição de Cruz Macedo, que alegou motivo de foro íntimo, o caso agora está nas mãos do 1º vice-presidente do TJDFT, desembargador Angelo Passarelli.

No dia 31 de maio, a defesa de Arruda ingressou no TJDFT para pedir a suspensão dos efeitos do acórdão que manteve a condenação do político por improbidade administrativa. Na época, a Justiça entendeu que Arruda devia R$ 9 milhões (31,5 milhões corrigidos) em solidariedade com os empresários condenados juntamente com ele.

Fonte:  Agenda Capital / Metrópoles / TJDFT

Redaçãohttps://bloginformandoedetonando.com.br/
Mandando bala na notícia, informando e detonando de uma forma que você nunca viu! Obrigado por acessar nosso blog!

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -