19.2 C
Brasília
08/08/2022
InícioNotíciasDistrito Federal “Bandido será tratado como bandido”, diz futuro secretário da Casa Civil do...

 “Bandido será tratado como bandido”, diz futuro secretário da Casa Civil do DF

Coronel da Polícia Militar pelo estado do Mato Grosso, o atual secretário executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Eumar Roberto Novacki, assumirá o comando da Casa Civil do Distrito Federal a partir do próximo ano. O paranaense foi escolhido pelo governador eleito, Ibaneis Rocha (MDB), e, em coletiva concedida na tarde desta segunda-feira (19/11), enfatizou que defenderá práticas firmes na área de segurança pública e contra a corrupção.

“O secretário de segurança da futura gestão (delegado da Polícia Federal Anderson Torres) esteve comigo, conversamos longamente sobre como vamos operacionalizar isso e vamos discutir com as instituições. O que está claro é que bandido será tratado como bandido. Não vamos retroceder em nenhum momento, faremos um combate muito forte e duro contra aqueles que quiserem trazer o caos para o DF”, declarou Novacki.

Ele ainda comentou que Ibaneis determinou a criação de um conselho de segurança com reuniões semanais e que haverá trabalhos na área de inteligência para evitar o crime organizado. “Queremos levar segurança para as regionais mais distantes, mas não vamos entrar em detalhes, pois são políticas que ainda estamos discutindo para começarmos a implementar em janeiro”, ressaltou.

Economia

De perfil técnico e contrário à burocratização, Eumar Novacki substituirá o brasiliense Sérgio Sampaio, que assumiu a chefia da Casa Civil em junho de 2015. Ele espera auxiliar no desenvolvimento de estratégias para facilitar a articulação com a Câmara Legislativa e com os servidores públicos, além de estimular o crescimento econômico do DF. Antes de se tornar secretário executivo no Mapa, o paranaense assumiu a Secretaria da Casa Civil do Mato Grosso de 2003 a 2010, durante o governo de Blairo Maggi, atual ministro da Agricultura.

Sem ações definidas para os primeiros dias à frente do cargo no DF, Novacki afirma que propostas na área da economia estão em fase de discussão. “Quando falei com Ibaneis, passamos por pontos nevrálgicos para a administração do DF. Entre eles, a recomposição salarial dos servidores públicos. Para honrá-la, precisamos ter as contas públicas em dia. Então, faremos todo o esforço nesse sentido”, destacou. Segundo o futuro secretário, o prazo para pagamento da terceira parcela dos servidores ainda passa por análise.

Ele também conta que pretende buscar alternativas para a criação de zonas de desenvolvimento tecnológico e comerciais, além de políticas para atração de indústrias, aquecimento do setor da construção civil e investimento na produção rural. “Estamos trabalhando uma forma de alavancar a economia, gerar empregos e fazer com que ela cresça para que, assim, possamos garantir recursos necessários para honrar não só a recomposição salarial dos servidores, como também todos os outros compromissos feitos ao longo da campanha”, disse Eumar Novacki.

Corrupção

No que diz respeito à composição das administrações das cidades, fiscalizada pela Secretaria da Casa Civil, o secretário conta que não vê viabilidade operacional para a criação imediata de uma lista tríplice com possíveis candidatos a administradores, como havia sido prometido por Ibaneis durante a campanha. “Se não conseguirmos realizar isso durante um primeiro momento, a ideia é de que a proposta seja encaminhada da forma mais democrática e transparente possível até o fim da gestão”, comentou.

Novacki ainda afirmou que pretende trazer para o Distrito Federal as experiências de combate à corrupção, por meio de um programa de compliance, e de desburocratização aplicadas no Ministério da Agricultura. “Trata-se de um grande projeto com foco na corrupção. Na administração, faremos um trabalho forte para combatê-la, além de desvios de conduta.” Uma das propostas, de acordo com o secretário, é de que os próprios cidadãos e servidores possam atuar em conjunto com o objetivo de monitorar e combater ações irregulares no setor público.

Fonte: CB Poder

Redaçãohttps://bloginformandoedetonando.com.br/
Mandando bala na notícia, informando e detonando de uma forma que você nunca viu! Obrigado por acessar nosso blog!

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -